BROTHERS & SISTERS – Homecoming [5×01]

Quem retornou no último domingo foi o drama da ABC, Brothers & Sisters, para sua 5ª temporada. E retornou diferente, me pareceu que todas as tramas deixadas no final da temporada anterior voltaram amenizadas ou buscando outros caminhos. Episódio razoável, não maravilhoso e também não todo ruim, visto que após a terrível 4ª temporada eu já não conseguia imaginava como a série poderia piorar mais. Mas essa estréia foi bem razoável e não foi de toda ruim, apenas eu que realmente já cansei dos Walkers e quando outros personagens assumem o comando da série ou vêm com ótimas tramas pessoais é quando a série continua considerável para mim.

Esse episódio não começou de onde paramos na temporada anterior, ele avançou 1 ano na vida deles o que não me soou tão real, afinal, os Walkers conseguiriam viver 1 ano daquele jeito que vimos. Ninguém se metendo na vida de ninguém, Nora totalmente na dela? Achei estranho. Alem disso o fator tempo real não esteve presente, portanto, certas coisas ficaram rasas, sem grande profundidade. Saul que estava desesperado me pareceu conviver melhor com a questão de ser soro positivo, isso tudo porque não vimos o personagem crescer nesse período com relação a isso. Pareceu que do nada a trama dele foi comedida ou podada. Sarah que até voltou agradável não teve nenhuma grande participação ou trama realmente boa. Apenas ia vender Narrow Lake e ir embora pra França. O que provavelmente não acontecerá já que essa propriedade era apontada como a salvação da família.

Kevin continua insuportavelmente chato, me recuso a comentar. Sorte que Scoty salva seu tempo em tela e que paciência Scoty tem, assim como Rebecca teve, afinal agüentar Kevin e Justin só se você ficar sedado. Mas Kevin está advogando agora e vamos ver se dá uma melhorada, porem ainda tem que superar o lance da barriga de aluguel, outro assunto que me remete a temporada 4 e achei chato.

E Kitty foi quem teve as melhores cenas do episódio e talvez todo o foco emocional. Convivendo com Robert em estado vegetativo no hospital a 1 ano ela teria que tomar uma decisão sobre manter isso ou deixa-lo ir. Foi triste mas foi raso. Justin voltando da guerra também não contribuiu muito, primeiro os chiliques iniciais dele no início do episódio e depois em seu retorno, parecia sério e maduro, responsável, talvez uma tentativa de fazer o personagem ser mais aceito pelo público. O problema disso é que fez Rebecca soar como chata e errada o tempo todo e Justin que ficou ausente 1 ano todo voltar bancando o salvador da família me pareceu forçado. Tudo bem que ele estava certo e fez os Walkers voltarem a si e falarem o que sentem e tentarem seguir em frente, foi super válido isso, mas minha antipatia por ele não me fez aproveitar tal mudança.

E iam-se quase 25 ou 30 minutos do episódio e nada de Holly, nós sem sabermos o que aconteceu com ela, até que a vemos, totalmente mudada e com perda e lapsos de memória. Pequena mas grande cena e triste. Provavelmente a única e melhor trama do episódio, e talvez desde a temporada 4. Porém dar a ela míseros segundos em tela, enquanto tivemos que agüentar quase 42 minutos só sobre os Walkers é demais para mim. E Rebecca?? Ah essa nem apareceu. Apenas foi citada, ela não aceitou Jutin ir para a guerra, com toda razão e finalmente deu seu grito de alforria. Largou Justin e deu no pé, o que já era sem tempo.

Para muitos e talvez a maioria que deteste Rebecca foi ótimo isso, muitos a querem fora da série, eu já acho uma pena roteiristas terem estragado a personagem e a deixado tão apagada quando a atriz tem tanto potencial. Pra mim Justin mesmo que é o pior e levou a personagem pro buraco.

Mas eu não me empolguei com a série nesse retorno, a não ser com Holly, e provavelmente nem verei tal temporada, verei os últimos episódios de Rebecca e caio fora. Agora quero saber como vão tira-la da série com a mãe nesse estado. Estranho não? Outras coisas que pensei foi que Kitty não concorria a algum cargo político e isso sumiu do nada? Justin não ia pro Haiti e de repente foi pra guerra? Narrow Lake não era tão importante e agora querem vende-la? Estranho retorno, falta de continuidade. Enfim, só sendo muito de BS para entender.

Mas ressalto uma bela parte do episódio quando Kitty diz a Justin: “peço a Deus que me dê coragem para aceitar o que não posso mudar, ter coragem para mudar o que posso e sabedoria para saber reconhecer isso”. Isso sim foi uma linda cena que me remeteu aos bons tempos de BS, assim como a cena final onde ela deixa flores na estrada, onde Robert morreu, mostrando que foi ali que tudo acabou, que tudo mudou em sua vida e não 1 ano após como o episódio mostrou nesse episódio.

Explore posts in the same categories: Brothers & Sisters

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: