MAKE IT OR BREAK IT – Hope & Faith (1×17)

Após alguns episódios focados mais em questões pessoais e pouco em ginástica, Hope & Faith, o 17º episódio veio trazendo um grande momento para as meninas, onde seriam escolhidas as 6 representantes do país numa competição oficial contra o time da China, o maior da atualidade na ginástica feminina. Ir para a China significaria os holofotes para uma Olimpíada e não ir, o inicio do fim de tantos anos de treinamento. E quando sua luta e seus sonhos não ficam condicionados apenas a você e sua capacidade mas sim a burrocracias e políticas externas, você vai precisar de um pouco de fé, para continuar acreditando no que é certo.

E embora o episódio seja totalmente sobre ginástica, todos os dramas pessoais das meninas estavam presentes, influenciando em suas apresentações. Fortemente abaladas pela rival Kelly Parker, uma a uma das meninas foi desmorando. Kelly ataca Kaylie ao mencionar o caso de sua mãe com Marty, Lauren não escapa ao ser lembrado do abandono de sua mãe e mesmo Emily não escapa. Alias a tensão entre ela e Lauren so piorou quando vem a tona o romance entre seus pais. Interessante que a armação de Lauren para cima de Chloe não funcionou também assim, e é Chloe quem desiste do romance por priorizar Emily. Em outra família da série, a mãe de Kaylie decide tirar o fardo das costas da filha e revela seu caso com Marty a seu marido.

Após superarem todos esses problemas, as meninas conseguem se sair bem melhor no dia da decisão das 6 ginastas do que no treino anterior com Marty. Mas nem isso as salvou, o comitê de ginástica tomou sua decisão e Kaylie e Emily estão fora. Interessante foi ver todos os problemas pessoais das meninas, que pareciam ate coisas de novela, se tornarem tão grandes e importantes afetando sua concentração em momentos que precisavam estarem fortes e confiantes e pior é mesmo tendo vencido seus medos ainda assim perderem as chances, porque nem tudo depende delas, existe algo por trás, mais podre e baixo, a tal política e favores internos, que decidem não as melhores para irem as Chinas mas as que satisfazem o comitê de certa forma.

Um pouco longe da China e bem mais em Boulder, o drama de Payson cometeu mais uma vez. Ela vê a chance de voltar a fazer ginástica através de uma cirurgia agressiva de alto risco e desiste porque isso está fazendo seus pais brigarem demais. E foi preciso muita esperança e fé por parte de sua mãe para ela aceitar deixar a filha fazer a cirurgia. As cenas foram ótimas, fantásticas e quando penso que MIOBI não aprofunda muito as coisas, me deparo com uma cena onde a mãe de Payson nos revela toda dor e culpa que sente por Payson ter se machucado sob seus cuidados, usando cortisona quando o marido estava fora.

Foi um grande episódio, tão bom que não agüentei e fui ver em seguida o 18º, para descobrir como Payson foi na cirurgia e como Sasha, Emily e Kaylie estão lidando com o fator China. Enfim, sejam dramas familiares, cobras como Kelly, lesões, interferências políticas, numa temporada a série vem dando uma visão de diversos aspectos e um dos esportes mais lindos que já vi e vem me surpreendendo.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Make It Or Break It

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: