MAKE IT OR BREAK IT – Where´s Kaylie? (1×09)

Realmente eu não estava dando nada para esse episódio de Make It or Break It, não que a série seja tão ruim assim, mas o episódio estava meio fraco, apressado e tirando certa profundidade de diversos temas. Mas me surpreendi com os momentos finais quando muita roupa suja é lavada e verdades vêem a tona. Mas o interessante foi o real foco da ginástica na vida dessas meninas. A realidade de ser um ginasta e de fato ter uma vida diferente, de fato ter que priorizar esse momento da vida e deixar o resto de lado, por mais que tente levar uma vida normal. Então nesse quesito o episódio foi muito bom, elas são ginastas, a vida delas é a ginástica e agora só há tempo para isso. É o início de um grande projeto, de realizar um sonho – chegar as Olimpíadas de 2012.

Aconteceu muita coisa nesse episódio. Todas elas tiveram seus dramas pessoais levados ao limite, embora o de Emily tenha parecido o mais irritante e fraco. O tal Joe apareceu na vida da mãe de Emily novamente e ela começou a dar diversos pitis, e sendo sincero lá com uma certa razão. Lauren esperou pelo retorno de sua mãe que a desapontou novamente (mas confesso, não tenho dó dela não) e Payson teve que lidar com seus nervos ao ser mais amiga e agir mais como líder, deixando o egoísmo de lado. Mas o grande acontecimento mesmo foi com Kaylie, o que acabou por desenrolar mais coisas. Ela descobre que o namorado a traiu (o melhor foi que ele decidiu contar) e mais tarde descobre que foi com a bitch Lauren. Ela foge, as meninas vão atrás dela e então após cenas cansativas (devido a todos esses dramas pessoais) o episódio nos brinda com uma excelente cena entre as 4 ginastas. Lauren revela que sua mãe é drogada, Payson sobre os remédios que toma para dor, Kaylie sobre o caso de sua mãe com Marty e de certa forma as 4 ginastas vão tentando deixar tudo de lado para se focarem no que importa no momento, o campeonato nacional. A cena com a mãe das meninas também foi interessante e reveladora e serviu bem para associar 4 mães x as 4 ginastas.

Sem duvida eu acabei gostando do episódio e como eu disse, surpreendeu. Inclusive a cena das meninas, especialmente Payson, me emocionou. Payson aliás é o maior reflexo da série quando se trata de ginástica. E é assim a vida de um atleta, de um ginasta. Treinos, quedas, saltos, glórias, esforço e respirar o esporte. No caso da ginástica não pode ser diferente. Uma ginasta atende seu ápice aos 16 anos, enquanto que um ginasta aos 20, ou seja, é o tempo e o momento delas. A única chance e esse episódio, onde elas estavam atoladas até o pescoço de tantos dramas pessoais serviu para mostrar o quando é necessário ter nervos de aço para não perder o foco do seu objetivo. Muito bom episódio. Que venham as nacionais no próximo episódio (1×10) que é o episódio final da 1ª parte da temporada.

Explore posts in the same categories: Make It Or Break It

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: