BROTHERS & SISTERS – ON THE ROAD AGAIN (4X24) SEASON FINALE

E veio a finale de Brothers & Sisters, não vou dizer aguardada porque eu não esperava com nenhuma ansiedade, após uma temporada sofrível e chata. Mas o que percebi foi fãs divididos, muitos elogiando a temporada e essa finale, e muitos reclamando da temporada e odiando essa finale. Eu não vou dizer que o odiei o final, mas por outro lado não me empolguei nem me emocionei. A sensação foi a mesma durante toda a temporada, um desanimo e um cansaço extremo para ver mais um episódio da série. Para ajudar o episódio começou numa cena entre Kitty e Robert e todos os assuntos e temas referentes a política e a campanha dela, que de longe, ao menos para mim é uma das tramas mais cansativas, para piorar a ligação de Nora e as típicas caras e bocas de Kitty. A última cena, sem duvida foi ótima, mesmo sendo com Robert e Kitty que me cansaram já no inicio do episódio, não deu para negar que foi triste, mas se verei a temporada 5, sei não, vou pensar até lá. Mas acho que toda minha identificação e carinho pela série, acabaram nessa 4ª temporada.

O episódio não foi de fato ruim, aliás foi diferente, trocentos acontecimentos, edições rápidas, câmeras para lá e para cá dando uma sensação que alguém os espionava o tempo todo e por já saber que Robert deixaria a série, fiquei pensando, será que vai sair algum tiro de algum lugar? Mas não, a despedida dele da série foi num acidente, que não apenas vitimou ele, mas atingiu outros Happers e Walkers. Mas o meu problema com a série, é a falta de paciência com todos os Walkers, se antes achava divertido as falações deles, as gritarias, seus jeitos típicos, após 4 temporadas isso me cansa. Eu realmente não tenho mais saco para ver Sarah, Kitty, Nora e Kevin tagarelando, nem seus draminhas típicos. De fato a série me cansou e esse episódio foi o retrato disso. Com tal edição rápida e agilidades das câmeras parece que esses “defeitos” dos Walkers ficaram mais evidentes e ainda mais cansativos. Kevin ao acordar, se metendo na conversa de Saul e Scotty foi a típica cena dele que não agüento mais ver. Nora, Kitty e Sarah juntas com as mesmas falações, também é algo que não agüento mais ver na série.

Mas de saldo positivo, considero a trama para Saul, embora ache ele um personagem chato, o tema AIDS, e todo o contexto envolvendo os anos de “armário” de Saul e suas relações, é de fato uma realidade. Porem foi tudo rápido, numa conversa sobre exames na cozinha, surge todo esse drama. E fala sério, responderem por telefone se o teste deu positivo e negativo? Só em BS. E estava claro que ele mentiu né, portanto a parte do acidente final que ele diz que Kevin não pode tocá-lo, não foi surpresa alguma. Apesar de Saul ser chato e irritante, e estar mais irritante ainda nesse episódio, justifica-se isso devido a todo stress que ele passou e medo do resultado. A cena dele na médica foi de fato perfeita, humilde e real.

E minha adorada Holly nem apareceu né? Só na cena que descobrem água em narrow lake, aliás boa cena com eles felizes, achando um novo começo para suas vidas. Resolução fácil? Sim, era nítido que algo ia acontecer no final sobre narrow lake. Depois disso Holly só aparecer para descobrirmos que ela foi mais uma vítima do acidente com os carros.

Rebecca e Justin. Volto a repetir o mesmo. Cara egoísta, chato, incerto, não sabe o que quer da vida, e ridículo ele recém casado querendo ir para outro país ficar um ano fora. Para piorar, o episódio tenta suavizar isso dizendo que é um programa da faculdade. Antes nada disso havia sido dito, era apenas Justin não sabendo o que quer da vida e querendo ir pro Afeganistão, agora Haiti e irritando todo mundo. Olha, o cara chato, e Rebecca acaba ficando chata e submissa, não grita, não esperneia, tolera e aceita tudo. Sinceramente, antes ela fosse irmã dos Walkers, talvez ela voltasse a ter vida na série. Porque viver com Justin é a pior coisa que ela poderia ter feito. Um cara casado, que fez tudo para casar com ela, que dizia que a amava e ama, poww que amor é esse que ele quer se mandar e ficar 1 ano fora. Ridículo! A idéia de mostrar duas pessoas que teoricamente se amam, em momentos diferentes da vida, é ótima, isso é real, acontece, mas o problema é vermos Rebecca adulta e crescendo, por isso o ótimo emprego e a decisão certa de ter aceitado, mesmo sem falar para Justin [ela não tinha que falar mesmo], mas Justin por outro lado não cresce, primeiro era a guerra, depois era a faculdade, agora é outra coisa. Podiam ter matado ele nessa final também. Fala sério, dar piti com ela porque ela aceitou o emprego, é típica coisa de BS tentando deixar ela de errada e ele de vítima.

E no final o grande momento, um acidente, que não mostrou a batida mas mostro o depois. Bem executado, bem pensado e numa série 100% clichê ela conseguiu fugir do trivial. Por eu não ter mais envolvimento nenhum com nenhum Walker, confesso que não me emocionei, mas a despedida de Robert foi triste, não por Kitty ficar perplexa e nem conseguir gritar mas por ele mesmo, morrendo, parando de falar, foi de fato triste e marcante.

Mas até que enfim essa temporada acabou, eu não agüentava mais e espero que a temporada 5 resgate o que já vi na série ou já senti. Acho difícil, especialmente porque me desapeguei dos Walkers e hoje em dia eles me irritam, mas é ruim ver uma série em decadência, espero dias melhores para Brothers & Sisters.

Explore posts in the same categories: Brothers & Sisters

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: