DROP DEAD DIVA – THE F WORD (1X02)

Não demorou muito para Drop Dead Diva abordar um ponto bem crucial na vida de Jane, ou Deb agora. A questão do peso. Em “The F Word” vemos uma Jane tentando se adaptar a sua nova vida, Jane com mente de Deb, o que torna tudo difícil e um tanto quanto triste. Deb que sempre foi linda percebe agora o que mulheres como Jane passam no dia a dia, percebe mais, o que sentem e como se sentem. De fato foi um bonito episódio e um pequeno passo na aceitação da nova Jane, não acredito que a série levará até o final essa rejeição de Deb por Jane, acredito eu, que com o tempo ela aprenderá a lidar com seu novo corpo, a partir do momento que sua mente sentir e pensar como Jane, e não mais como Deb. Até lá teremos muita água para passar debaixo da ponte, mas o bom, são as preciosas lições que temos.

Jane tem um caso onde uma mulher foi demitida por engordar 23 quilos, e não possuir mais a aparência para o local de trabalho. Caso bem interessante que envolve questões muito peculiares e pertinentes a Jane. Deb ou melhor Jane, sabe o que são certos olhares, piadinhas, deboches e é uma luta constante tentar se sentir bem com esse novo corpo quando o mundo diz não. Jane percebe isso ao tentar freqüentar lugares com Stace onde antes ia sempre e agora se sente desconfortável lá. Ótimo insight da série.

Mas o esplendido são as alegações de Jane no tribunal, ela consegue comover o júri e de fato, deixa claro o preconceito no ar, deixa claro que sua cliente precisa ser defendida e merece um espaço num emprego como qualquer outra pessoa. E a alegação de Jane foi comovente sem dúvida, ela não precisou falar com base na cliente, pode falar por ela mesma, como ela vive, como ela se sente e o quanto ela julga a si mesma. O quanto Deb julga Jane. Há uma cena com Fred, uma bela cena, onde Jane diz “é uma pena Deb que você precise de mulheres como eu para se sentir melhor”. Perfeita a frase, pois reflete bem a luta de Jane em saber que os padrões e modos de pensar de Deb não são tão corretos, mesmo Jane querendo ser Deb, mesmo Jane dizendo ao final do episódio que não se sente uma mulher gorda. Olha, que será uma enorme batalha até a season finale.

Alem disso tivemos a cena do primeiro encontro de Grayssom e Deb. Vou ser honesto, Grayssom é ótimo, mas Deb não consegue me dispertar algo do tipo “uau amor a primeira vista”. E está aí um ponto interessante. São 2 mundos. Ao mesmo tempo que Jane enfrenta preconceito por seu tamanho, Deb enfrenta por fazer parte de um mundo fútil, o qual achamos fútil e então acabamos julgando a moça. Mas enfim, voltando ao episódio, vimos quando eles se conheceram e foi uma cena tocante pois era Jane olhando um copo, relembrando como os garçons a tratavam, devido a sua beleza, e hoje em dia não recebe tal tratamento. Também tivemos uma ótima cena entre Jane e Stace, e aí é quando 2 mundos em conflito se chocam. Jane não é mais uma Stace, não consegue se adaptar ao estilo de vida de Stace por mais que sua mente queira pensar e agir como Deb, o mundo a impede disso de certa forma. Mas há outro lado, Stace tem seus medos, a loira que se considera burra, fala uma grande verdade, fala dos seus medos e sentimentos como por exemplo perder Deb, perder a amiga, que agora não é apenas uma mulher gorda, acima do peso, é uma mulher inteligente, que conquistou diversas coisas e o que ela faria com Stace, porque seria sua amiga? Grande sacada do episódio. Aliás se tem duas personagens que adoro até aqui, são Stace e Terri (a secretária de Jane).

Bom caso para Jane e um outro bom caso para Grayssom, sobre o homem que queria seu rim de volta, ou melhor seu coração. Bom se na vida, conseguíssemos defender todos os casos baseados em alegações pessoais, coisas que sentimos, vivemos. Ate então as perdas de Grayssom e Jane, ou Deb, têm sido sua base nos tribunais.

Sem dúvida, mais um bom episódio, mesclando bem drama e comédia. Há situações profundas a serem abordadas, mas a situações que precisamos rir delas mesmas. Eu não sei se conseguirei escrever direito sobre Drop Dead Diva. Por incrível que pareça, ainda não me achei nessa questão Jane x Deb. Eu acho que Jane precisa ser aceita como é, por ela mesma agora ( que é Déb ). Mas acho que é um processo árduo, afinal, são as lembranças de Deb em sua mente mas o corpo e mundo de outra pessoa. E Jane, como se sentiria ao ver alguém rejeitar seu mundo, sua casa, suas coisas, vida, enfim, há muito a se considerar e se abordar, mas 2 episódios e o saldo tem sido positivo. Vamos ao 3º episódio.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Drop Dead Diva

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: