COLD CASE – FREE LOVE (7X20)

Após excelentes episódios nas últimas semanas, Free Love, o 20º da temporada, deu grandes sinais de que um series finale se aproxima, e não apenas um season finale. Se ano passado Cold Case foi salva e Without a Trace e The Unit canceladas, dessa vez é praticamente certo o cancelamento. Todos os sites a respeito afirmam que a série não será renovada. Para isso, ficou visível nessa temporada a preocupação presente nos episódios em desenvolverem tramas pessoais de cada personagem, para possivelmente terem algum desfecho na season finale, programada para o próximo dia 2 de maio, num episódio duplo de 2 horas. Na verdade serão os episódios 7×21 e 7×22. Ao menos salve-se todos os 7 anos dando a série a chance de ter um final digno, e especialmente a chance dos fãs que a acompanharam por 7 anos. Pois assistir um seriado por todo esse tempo e não ter um final, seria muito ruim. E então “Free love” tratou de encher a tela com tramas pessoais, e isso não foi ruim, é sempre bom saber um pouco da vida dos nossos detetives, o problema foi o excesso de clichês e histórias deduzíveis, que ao meu simples ver, tornaram esse episódio um dos mais fracos da série e atípico, nem parecendo Cold Case.

Primeiro vou ser bem sincero, talvez minha ressalva ao episódio seja em grande parte por tratar de um crime envolvendo o famoso acontecimento de 1969, Woodstock. Aquele lance de paz e amor, drogas, e o excesso de hippies na tela, não fazem muito meu estilo. E o episódio começou lindo, romântico, bela cena de trem onde a vítima, David Quinn conhece a moça Annabelle e pela qual se apaixona. A cena do livro que ela está lendo e entrega ao rapaz que segue para a guerra, pedindo a ele que conte o final quando voltar, foi de uma simplicidade e ternura magníficos.

Porém quando o rapaz retorna e vai a Woodstock atrás da moça, porque descobriu que ela estava lá, e ela aparece toda hippie, diferente da moça que ele conheceu e que vimos no início do episódio, confesso ter sido uma decepção, mas decepção maior a mim, do que a ele, que mesmo não gostando do festival ele continuou apaixonado por ela. A trama segue e descobrimos que ela não era uma hippie e sim estava infiltrada ali a pedido do FBI (foi o que entendi e que me lembro), alem disso no futuro ela é parte do governo americano e então os possíveis assassinos do soldado vão sendo entrevistadas. Mas aí pouco se aprofundam as cenas sobre os suspeitos, assim como quando se descobre o culpado, pouco pareceu surpreendente porque isso mal foi desenvolvido. Foram nos apresentados os suspeitos e entre eles esse cara foi a pessoa que matou o soldado. Apenas isso, até Annabelle que tinha algum motivo pessoal que a fez mudar na faculdade e que queria deixar de ser a garota que vimos no trem, nem isso teve desenvolvimento.

Porem as cenas do casal foram bonitas, especialmente a chuva quando eles correm para um celeiro na fazenda do homem que matou o rapaz. E a cena da morte, um tanto estranha, o rapaz levar um tiro, se levantar, sair andando, pegar o carro e ir ate a arvore, onde havia combinado esperar sua amada para ficarem juntos. Romanticamente falando, linda a historia do casal, especialmente ele indo atrás dela e morrendo no local. Mas logicamente falando, do celeiro ate lá soou forçado.

No campo pessoal. Kat seguia sua birra com seu até então namorado. Mas o homem sabe adoça-la e reconquista-la. Isso foi ok.

Vera que os fãs gostam muito, teve um certo destaque, voltou ao departamento e atuou num caso da ex mulher. A participação dela, dá a entender um possível final feliz para Vera. Porem a trama do assalto, o suspeito e o culpado, foi óbvio demais e meio forçado. Pareceu mais um motivo para unir a ex mulher a Vera de novo.

Yates aparece, ela e John, ficam mais próximos, especialmente após a morte da mãe dela. Outra história pessoal para dar algum desfecho a John. Só achei estranho que nessa avalanche de temas pessoais, Will não teve nenhum e mal tem aparecido.

Scotty pouco apareceu, mas deu a entender que a finale deverá envolver o homem que atacou sua mãe, já que Scotty não aceitou ou gostou do cara pegar uma pena pequena e poder sair antes do tempo se caso se comportar bem.

E o pior foi o caso amoroso de Lilly com o agente do FBI, Ryan Cavanaugh. Acho que quiseram forçar um apego dos fãs da série ao casal. Até cena igual a do casal do crime, eles ganharam, ao correm na chuva até o mesmo celeiro. Talvez por eu torcer demais para Lilly ficar com Eddie, vi com olhos contrários a essa nova relação de Lilly. Mas pelo jeito é com ele que ela ficará. Até promoção na carreira ela recebeu e resta saber se irá aceitar.

No mais, um episódio bem abaixo da qualidade da série. Bom ter desenvolvido o campo pessoal de cada personagem, mas forçado no desenvolvimento e nas histórias. Agora falta a series finale, vamos ver como Cold Case encerrará sua longa trajetória e dar adeus a Lilly e Scotty.

Explore posts in the same categories: Cold Case

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

2 Comentários em “COLD CASE – FREE LOVE (7X20)”

  1. Oscar Garlic Says:

    Engraçado que comentei com minha mulher que estava tendo umas histórias paralelas… Mas o mais importante, pra mim, é a última música (a do encerramento do episódio). Alguém sabe me informar o nome? Fico grato

    • markinseries Says:

      a lista de musica do episodio é essa aki
      – Darling Be Home Soon by Joe Cocker from Organic (1996)
      – Something in the Air by Thunderclap Newman from Hollywood Dream (1970)
      – Colours by Donovan from Fairytale (1965)
      – Piece of My Heart by Big Brother and the Holding Company from Cheap Thrills (1968)
      – Get Together by The Youngbloods from The Youngbloods (1967)
      – The Weight by The Band from Music from Big Pink (1968) [edit]

      provavelmente deve ser a ultima dessa lista.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: