THE VAMPIRE DIARIES – A FEW GOOD MAN (1X15)

Mais um de mês sem Vampire Diaries e a volta foi excelente. Impressionante como eles conseguem mantém o mesmo teor de mistério e o quanto isso é viciante. Amarram bem as pontas, criam novas histórias, novos personagens e quando você vê um monte de coisas estão interligadas e o melhor, jogam diversos mistérios novos na trama. Confesso que o episódio até começou de devagar, mas depois de um certo momento, foram surpresas atrás de surpresas. Olha, já foram 14 episódios, eu adorei todos e mesmo sendo tão critico e chato, não consegui ver nada na série até o momento que incomodasse ou fosse grotesco ou algum erro gritante. O roteiro está de parabéns. Eles sabem fazer um bom mistério e manter o ciclo disso. É uma avalanche de acontecimentos. Se você for ler o primeiro livro, O Despertar, perceberá muitas diferenças, inclusive no livro Stefan é mais interessante e sua personalidade vampira é mais forte, ele precisa se alimentar assim como Damon, mas garanto, o livro é excelente, você não consegue parar de ler. Já a série, com muitas diferenças se comparada ao livro, é tão boa quanto, e você também não consegue parar de ver. O que esse episódio 15 me causou? Estou louco e ansioso pelo próximo! Isso é o que toda série deveria sempre conseguir fazer.

O episódio trás Elena reflexiva no início após o funeral da avó de Bonnie, o que a faz lembrar de seus pais e é o inicio para toda a trama do episódio, Elena tentar descobrir quem é sua mãe biológica. Com a ajuda de sua tia Jenna, Elena descobre que ela se chama Izobel, mas essa trama não para por aí, Izobel era a mulher do professor Alaric, morta por Damon. Elena descobre uma antiga amiga (Trudie) de sua possível mãe e vai a casa dela. Para tudo se complicar mais ou ficar mais estranho, tal mulher fica receosa de convidar Elena a entrar na casa e faz isso de forma indireta, alem de oferecer um chá de verbena. Para aumentarem os mistérios, ela avisa alguém que Elena está na casa. Quando Elena a confronta sobre vampiros ela a expulsa de lá. Mais tarde um homem misterioso aparece na casa de Trudie, ela diz que fez o que devia ter feito, e ele a mata. Por que?? Não sabemos.

Mais tarde o mesmo homem vai atrás de Elena na cidade. Avisa para ela ficar longe disso tudo e não procurar mais nada sobre essa história e o que trabalho dele estava acabado e se mata. Tá! Mas e então? Quem era esse homem? Que ligação ele tem com Izobel? Mais mistérios.

Enquanto isso, toda essa questão sobre Izobel, nos leva ao professor Alaric, marido de Izobel. Jenna conta a ele sobre Izobel ser a mãe de Elena o que o deixa arrasado. Alem disso vários flashbacks nos revelam mais sobre Izobel e seu interesse em vampiros. Numa cena bem triste do episódio, quando Damon descobre quem Alaric é de verdade, Damon expõe na frente de todos sua relação com Izobel, o que honestamente deu dó de Alaric. Porem o vampiro se ferra com Elena, pois ela fica possessa com ele, e quando o confronta, ele descobre que Izobel era a mãe de Elena.

Ainda teve o confronto entre Alaric e Damon, onde Damon diz ao professor que não matou Izobel mas a transformou, que ela implorou para ser transformada. Os 2 brigam e o que Damon faz de melhor? Mata o professor. Foi uma cena bem triste, pois nesse ponto do episódio, acredito que todos já tomavam as dores de Alaric. Mas eis que ele não morreu, e a explicação foi o tal anel que ele usa – num flashback descobrimos que Izobel deu a ele e isso iria protegê-lo. Como tudo nessa série de vampiros, também está intimamente ligado as bruxas, até que isso pode ser aceitável. Porem minha duvida é, Alaric não é um vampiro? Sei lá, mas a cena deu a entender que ele não era. Mas enfim, fiquei feliz por ele não ter morrido, pois ele tem muito ainda no que ajudar na trama.

Outros acontecimentos foi a entrada de Melinda Clarke na série como Kelly, mãe de Vicky e Matt. A mãe de Caroline, a xerife, também deu as caras, mas novamente, facilmente manipulada ou ingenuamente amiga de Damon. Tyler novamente não apareceu, aliás ele aparece muito de vez em quando, e eu lembro que teve um episódio que ele pareceu ter uma forte ligação com a lua, lembram? Naquele episódio do acidente de carro de Elena, com alguém vindo na estrada. Alem disso numa entrevista dos produtores da série na época da morte de Vicky, eles disseram, temos muita história a contar ainda, precisamos aprofundar mais Matt, Caroline e Tyler que andam esquecidos, pois Bonnie já avançamos na série. Então acho que Tyler não é apenas o garoto fútil e brigão do colégio. O que acho bom, pois simpatizo com o personagem.

Alem da mãe de Matt, surgiu um novo vampiro na cidade, saído da tumba. Seu nome, Harper, e quem ele vai encontrar no final? Anna e sua mãe. O que isso promete ser? Não faço idéia, mas assim com o mistério de Izobel, esse também me deixou curioso. E no final Elena liga para Izobel que desliga.

Honestamente, eu fico impressionado como os produtores de Vampires conseguem manter tudo interessado e manter a trama com ação e acontecimentos diretos, acaba um tema e aparece outro. Se continuar assim, sem dúvida os 7 episódios restantes da temporada serão tão fenomenais como os 14 anteriores. Esse 15º, “A Few Good Man”, na minha opinião, foi ótimo no quesito de instigar e preparar o terreno para novas tramas, não sei vocês mas a mim, Vampire continua excelente. Cada longa espera de retorno para a série, vale muito a pena.

Explore posts in the same categories: Diários do Vampiro, The Vampire Diaries

Tags: , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

3 Comentários em “THE VAMPIRE DIARIES – A FEW GOOD MAN (1X15)”


  1. Retribuindo a visita.
    Eu realmente não fui fã desse episódio da série, mas, enfim.
    Parabéns pelo blog!

  2. JEAN Says:

    Vampire Diaries deve pintar na tela do SBT. É uma série interessante, pelo visto, todo mundo gosta! É porque pegou a onda de Crepúsculo, e por aí vai…

    Abraços, Marquinho!

    • markinseries Says:

      Vampire é um sucesso mesmo. Passa num canal fraco e apagado nos EUA, mas é a unica serie que se destaca e faz audiencia decente no canal. Acredito que ela pegou a onda de crepusculo, mas amigo eu adoro vampire diaries eacho infinitamente melhor q crepusculo, nao gosto da saga bella e edward.
      abraço


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: