LIFE UNEXPECTED – Turtle Undefeated (1X05)

Atrasado com os reviews de Life Unexpected, mas aqui estou eu para comentar o 5ª episódio da temporada, com quase 3 semanas de atraso. E foi mais um bom episódio da série, talvez o mais fraco até aqui, mas nem por isso ruim. Ainda considero Life Unexpected uma rara e boa atração no péssimo canal CW, lembrando muito da antiga WB, a qual nos deu diversos belos shows. Em, tivemos uma Lux mais propensa aos erros adolescentes e agindo como uma típica adolescente chata e irritante, mas lógico não é isso que ela é e ao final de tudo, ela tira uma lição e tem mais um aprendizado.

Bom o episódio mostra o difícil ajuste de Lux em sua escola, quando as meninas passam a tratá-la mal por suas mentiras, além das humilhações pela história de vida sem condições financeiras e solitária. O pessoal da escola resolve dar uma festa, uma dessas garotas usaria sua casa, mas acaba não dando certo e então Lux para tentar se enturmar oferece o apartamento de Baze. O que já imaginávamos que seria um desastre.

Em outra ponta do episódio tivemos as cenas chatas de Cate, ok pessoal, desculpem-me, mas a personagem começa a me irritar e começo a entender porque todos adoram Baze e a detestam, isso na série. A questão é que o episódio começou a mostrar os possíveis desentendimentos entre Cate e Ryan, há uma cena onde Ryan fala de como começou a conexão entre os dois, a química, de forma super romântica numa espécie de declaração e logo em seguida ela começa a falar sobre Baze e os problemas entre eles. Nossa, ridículo. Tudo isso no ar, na rádio. Bom já era meio óbvio que a atração escondida entre Cate e Baze ia aparecer, e que Ryan ia penar com isso. Para tornar Cate ainda mais chata, ela aparece no episódio com algum tipo de crise, ao ver Lux se dando melhor com Baze, do que com ela. E então ela tenta ser toda moderninha e agradar os amigos da filha.

O episódio também mostra a difícil relação entre Baze e seu pai, Baze tenta fazer seu bar dar lucro, conta a idéia a seu pai sobre as tartarugas corredoras, mas como sempre, é menosprezado. Voltando a festa sai tudo errado, quando envolvem bebidas alcoólicas na festa, Baze dá uma dura em Lux, dizendo coisas fortes a garota, e talvez agindo como pai pela primeira vez e não um amigo. Ele não disse nenhuma mentira, na real ele precisava tomar tal posição, mas chamá-la de idiota foi um tanto quando pesado. E Lux tão empolgada com a tal festa e louca para se enturmar com os fúteis amigos da escola, novamente magoa e deixa seus antigos amigos de lado, seu namorado Bug e sua melhor amiga Tasha. Os 2 preparavam uma surpresa a Lux, ela inventa uma desculpa para não ir mas eles descobrem a festa e tudo vira um pesadelo.

No fim, Tasha se entende com Lux, Lux explica que não sentiu vergonha deles mas sim dela, por querer algo tão fútil. Nessa parte, acreditei que mais drama faria bem a cena, mas tudo foi resolvido rápido. Agora quem ficou mais magoado foi seu namorado Bug, que no final pega o carro do rapaz do colégio, Jones e acaba sendo preso por isso. Para deixar a cena mais engraçada, Baze e Cate são presos também. Lux liga para seu avô pedindo para tirá-los da prisão. E isso dá a ela e Baze uma bela cena, onde ela tenta explicar ao pai que talvez a forma de demonstração de amor de seu avô esteja errada, mas é a forma pela qual ele se expressa e que talvez Baze poderia tentar quebrar essas barreiras entre os 2 e se aproximar.

Baze e Cate novamente tem uma cena onde falam de como estão se saindo como pais, Cate reconhece os esforços de Baze com Lux e fala ao “amado” que ele não é como seu pai, mas sim um bom pai. No carro com Lux, Bug diz duras coisas a Lux, mostrando um lado dele que não conhecíamos ainda, fala que por mais que ela tente se enturmar ela jamais será um deles ou terá um futuro numa faculdade. Uma pena transformarem o garoto realmente num bad boy, lógico que por toda criação e vida que ele passou, talvez isso seja o máximo que ele consiga atingir para se expressar, mas eu não gostei desse Jones e odiaria vê-lo com Lux, o que me parece provável então eu torceria por uma amadurecimento de Bug, que não acredito que vá acontecer.

O final mostra o pai de Baze indo ao encontro do filho no bar, participando da corrida das tartarugas e mostrando talvez um recomeço entre pai e filho. Ryan também percebe a aproximação de Cate com Baze e Lux e Cate tem mais um conversa no final de tudo, onde Lux tenta justificar as atitudes de Bug. Se Bug e Lux darão certo, só vendo os próximos episódios.

E é aquele negócio por mais que Lux já tenha sofrido e sido mais adulta do que deveria ser para a idade, agora pela primeira vez ela vivencia coisas da sua idade, experimenta coisas mais leves e normais a sua idade e com isso está passível de erros. Quem não quer ter amigos, se enturmar, ser aceita? Logicamente que o tempo revela que são nossos amigos e com quem vale a pena se enturmar, mas as vezes para chegar nesse ponto, você terá que cometer alguns erros mas se tiver um amigo de verdade, poderá ser perdoado por isso, como no caso de Tasha e Lux. O ideal seria aprender sem magoar os outros pelo caminho.

Explore posts in the same categories: Life UneXpected

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: