GHOST WHISPERER – DEAD TO ME (5X14)

E Ghost Whisperer vem acertando a mão, pois os episódios de janeiro pra cá, estão cada vez mais belos e emocionantes. A série encontrou verdadeiras histórias que comovem e encantam, fazem você repensar o valor das coisas, seus sentimentos, onde erramos, acertamos e com isso tudo a série voltou a conquistar aquele interesse quando a assistimos, até mesmo o tema da temporada, as sombras, faz mais sentido e estão mais relevantes, o que vem me deixando curioso a cada episódio. Dead to me, o 14º episódio da temporada, foi mais um daqueles românticos que fazem você suspirar e aprender alguma coisa. E algo importante foi revelado no final, ou melhor, deixado no ar e resta esperar para ver se isso se concretizará.

Mais uma vez o bom aproveitamento de Ned na série, prova o quanto o personagem vem rendendo boas e interessantes histórias desde janeiro, uma vez que toda vez que alguma história envolve Ned, eu já espero por um bom episódio. Dessa vez não foi diferente. Ned nos trouxe uma professora de ciências ocultas, e isso se transformou numa grande história de amor, numa história de recomeço. Alem disso vimos, acredito eu, pela primeira vez na série, a tal tábua para se comunicar com fantasmas. Melinda ainda cita o quanto isso é ruim pois só serve para deixá-los irritados e atrapalha na travessia para a luz. A série ainda sutilmente fala, ao colocar tal professora da universidade, o quanto algumas pessoas tão estudadas e conceituadas, as vezes se prendem tanto a isso que se tornam altamente céticas quanto a tudo, e apenas seu conhecimento e suas verdades são o que valem, como se elas fossem “melhores” e “superiores” que os demais, devido a seus conhecimentos. Logicamente, conhecimento trás crescimento, mas somente se houver humildade dentro da pessoa, senão tudo será em vão e a colocará num mundo a parte, egoísta.

Mas voltando ao episódio, a profesora Every, vem sendo assombrada. A principio ela não da muito valor a conversa com Melinda, mas a medida que a assombração aumenta, ela muda de idéia. Pensamos que o fantasma é seu ex noivo, Curtis, morto num acidente de carro, mas como sempre, a série consegue criar outro universo, encaixar tais peças e mudar o rumo da revelação.

Dessa vez, o fantasma era Madison, filha de um homem, que a perdeu num acidente de carro, enquanto ele dirigia. E Madison é quem vinha assombrando Every, não por maldade ou algo assim, mas para mostrar a Every e a seu pai, que o destino os aproximava, que mais do que os gostos em comum, ambos mereciam uma chance para se conhecerem. Dessa forma, a menina começa a fazer coisas que aproximem seu pai de Every e consegue.

O final é lindo, tanto o pai da fantasma, quanto Every, vivem um luto interminável pela morte de entes amados, deixaram de sair, se divertir, conhecer novas pessoas, e vivem tal perda a cada novo dia que acordam. E ambos precisavam de uma chance para recomeçarem suas vidas. Falar de amor não é tão difícil, há vários escritores e poetas que descrevem tal sentimento de todas as formas possíveis, mas viver de amor, ou melhor, viver pela falta dele, não sei se caberiam palavras para descrever tal dor. E foi o que vimos no episódio, duas boas pessoas, mas trancadas em seus mundos, vivendo por alguém que não existe mais, e não vivendo por si mesmo, para si mesmo. Deixando oportunidades e momentos de felicidade passarem.

E Madison aos poucos vai mostrando aos dois que não se pode viver assim, que é preciso lutar para ser feliz, enfrentar a dor, seguir em frente e tentar, não desistir nunca. No final, a cena com seu pai, simples mas o suficiente para comover, deixa claro, que é meio que impossível viver feliz sozinho, precisamos de alguém do nosso lado e por isso ela antes de partir, para ir em paz, se empenhou tanto para colocarem ambos no mesmo caminho. Linda prova de amor de filha para pai.

Não bastasse isso, o episódio termina com Melinda se questionando sobre o que tábua disse, que alguém morreria. E então Melinda pergunta novamente se alguém irá morrer e a resposta é sim, e pior que isso, pergunta se é alguém próximo e novamente a resposta é sim.

E agora, outro personagem fixo deixará a série? Será que Jim corre risco? Uma vez que ele “sacaneou” a morte ao entrar no corpo de Sam. Será que isso será cobrando dele e de Melinda, uma vez que ela luta tanto para convencer os fantasmas a fazerem a travessia e seu marido não aceitou isso? Logicamente que nesse caso, o sentido maior foi mostrar o quanto eles se amam, as almas gêmeas que seu, mostrar que o amor transcende e supera a morte, mas é válido burlar as regras de vida e morte?

Alem disso, as sombras foram levemente mencionadas por Ned e será que virão mais revelações sobre elas? Terão elas algo a ver com a morte de alguém como foi prometido nesse episódio? Estarão elas ligadas a mistérios não revelados de temporadas anteriores, como os fantasmas do subterrâneo, o homem do chapéu, etc

Muitas perguntas no ar e a certeza que temos é que a série finalmente se encontrou novamente e vem toda semana satisfazendo seus fãs e emocionando, parece que a série voltou as suas origens e passou a trazer histórias que mesmo que isoladas, nos comovem e nos fazem pensar na vida. Já não é o primeiro episódio desde janeiro a falar de casais e amor e ao menos para mim, é um tema lindo de se ver sempre.

Anúncios
Explore posts in the same categories: Ghost Whisperer

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: