BROTHERS & SISTERS – THE PASADENA PRIMARY (4X14)

The Pasadena Primary, o 14º episódio da temporada foi bem leve, descontraído e um tanto quanto divertido, mas ainda sigo desmotivado com a série, e não consigo ver nenhuma trama que me prenda a série. As típicas cenas em família dos Walkers bem como suas caras e bocas já me soam como “nossa, de novo isso tipo de atuação”. Enfim realmente não estou gostando dessa temporada, peço desculpa aos fãs pois vejo muitos satisfeitos e empolgados com a série e eu sinto o oposto disso tudo. Vale lembrar que uma série que já emocionou tanto e teve episódios lindos, pode sempre surpreender, mas até o momento segue fraca e não me admira esse episódio ter entrado para história como o de menor audiência da série, logicamente enfrentou o Grammy e isso afetou seus números, mas com ou sem Grammy, o episódio foi fraco do mesmo jeito.

Kitty decidiu se candidatar a vaga de Robert no senado, com o total apoio dele e entrou num drama por ter recebido um voto contrario numa reunião de família. Honestamente, achei isso muito chato, uma frescura pra ser sincero, embora seja coerente e lógico você lutar por algo e não receber o apoio da família, como você irá convencer os outros disso se nem sua família a apóia não é? Mas mesmo assim, história chata, eu ainda fico pensando ate quando Robert vai conseguir ficar longe da política e até quando vai dar todo esse apoio a Kitty, logo ela que tanto reclamou dele se dedicar mais a carreira do que a família e quando ele decide abandonar isso, ela resolve entrar. Enfim, boring demais!!

Kevin outro personagem que já nunca fui muito fã, novamente tem um dilema digamos entediante, ao ter uma reunião do pessoal do 2º grau, época que ele se achava um lixo e não queria rever aquele pessoal. Vendo por outro foco, realmente o fato dele ser gay deve ter sido uma fase realmente difícil, ainda mais quando o pessoal dessa idade costuma ser cruel e não entender bem as diferenças, normal ele se sentir assim. Mas achei mais uma história chata e perdida. Serviu para reflexão para ele e para Kitty com relação a questões atuais de suas vidas. Também ficamos sabendo que Michelle não engravidou e agora vou tentar novamente ter o filho.

Sarah já me agradou mais no episódio, foi uma das histórias que me interessou. Embora boba e clichê, seu novo romance e a falta de sexo nele, até que foram interessantes. Mas não vejo uma química entre os 2. De interessante, foi após finalmente ela passar uma noite com seu novo namorado, ao fim dela, receber uma mensagem de Luc dizendo “sinto sua falta”. Será que na vida é sempre assim? Quando você desiste de alguém, resolve seguir em frente, velhos fantasmas voltam para assombrar? E será que vale a pena ficar balançada? Será que vale a pena tentar de novo quando se sabe das enormes diferenças e expectativas do que se quer para si mesmo e para a vida, e essa pessoa que diz sentir falta não se enquadra nisso? É esperar para ver se realmente há uma chance para Luc ou se Sarah vai usar da lógica.

E o mais interessante do episódio foi Holly, acho que foi a única história que eu gostei e me interessou, acho que a cada dia costumo achar os Walkers mais chatos e irritantes e por isso quando estão em cena, me dá vontade de largar mão da série. Holly segue querendo descobrir o que aquele homem sabe sobre William Walker e sua Ojai, dessa forma ele faz uma proposta literalmente indecente a ela, pedindo que ela seja leal a ele como foi a William, falando em dividir com ela todo o dinheiro. E dá em cima dela com tudo, a nós não foi mostrado se ela cedeu e ficou com ele, mas será que ficou? Interessante que a trama foi além e mostrou os problemas no relacionamento entre Holly e seu marido e em mais uma vez ele dar as costas e ir embora quando as coisas complicam. Mas aí entra em cena Rebecca e o lembra disso. Realmente na profissão dele fica complicada uma relação, pois ele vai viver ausente pra gravar os malditos filmes sempre, deixando a família de lado? E Holly ouviu uma dura verdade do amado, ao ele dizer que ela luta tanto pela Ojai, uma coisa que na verdade nem é dela. Porem tem o outro lado, é algo que ela quer, se dedica, administra, luta. E é competente. No final após Holly ter ficado ou não com o homem lá, ela volta pra casa se sentindo mal, e recebe um pedido de casamento de seu marido, quando ele decide ficar. E agora? O que será que aconteceu? Ela cedeu por carência, achando que o marido iria embora, ou foi mais o dinheiro que ela tanto precisa que falou mais alto, a ponto dela se posicionar contra os Walkers, seja o que for, acredito que isso irá esquentar muito a série, pois os dramas particulares dos Walkers seguem um saco.

Episódio mediano, fraco. Rebecca que eu adoro nem apareceu muito de novo. Normal quando não há historias sobre Justin, e como ele anda chato, é ate bom que não surjam histórias dele. Kitty e sua história seguem um porre e o tempo em cena dela só aumenta, e com isso BS segue desinteressante. Será que melhora? Será que está bom e estou sendo muito critico? Enfim, vocês me dizem isso. Até o próximo episódio pessoal!

Anúncios
Explore posts in the same categories: Brothers & Sisters

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: