UGLY BETTY – BACK IN HER PLACE (4X11)

Sensível e lindo episódio de Ugly Betty essa semana, “Back in her place”, o 11º dessa temporada, exibido no último dia 13 de janeiro nos EUA. Começou divertido como sempre, foram diversas cenas de Betty toda atrapalhada, alem das cenas envolvendo Amanda, as de Mark, mas no geral, um lindo e tocante episódio, falando de amor, de despedidas, dos famosos adeus que temos em nossas vidas, mostrando como encarar isso, aceitar. E de que forma seguir adiante mesmo quando uma despedida pesa tanto no coração. Por vezes não resta nada mais do que sentir isso, perceber a hora do adeus, chorar, sofrer um tempo talvez, viver seu luto, para que quando menos perceber, já estar vivendo de novo, e não apenas sobrevivendo. E é interessante quando a vida faz isso com você, quando um episódio qualquer mostra um pouco da vida real, um pouco do que você vive, viveu, do que sente e sentiu e te ajuda de certa forma a refletir um pouco mais sobre você, sobre seus amores, suas dores, alegrias e sua vida em si. Portanto, se Ugly Betty começa sua despedida, se está se despedindo de nós, já está fazendo isso em grande estilo, porque o episódio dessa noite foi lindo.

Vamos começar por Wilhelmina. E a malvada também ama, ao menos foi o que percebemos nesse episódio. Conor se mostra preocupado com ela ficar presa a ele, já que ele está na prisão, mas Wily não desiste assim tão fácil e para provar a ele seu comprometimento o pede em casamento. Mas para surpresa, no dia do casamento, Conor forja uma transferência, fazendo sua amada pensar que ele está longe, preso em outro lugar. E como Betty disse a ela, talvez ele tenha feito isso por sentir um amor tão grande quanto o dela por ele, e que não deve ter sido fácil. Mas para Wily, presa a idéias mais egoístas ainda lhe falta compreensão para perceber tal gesto do seu amor. Mas sem duvida foi uma cena linda, na qual Betty chega na sala de Wily e ela esta olhando a janela, triste, perplexa e mesmo sem saber, Wily ajuda Betty a compreender melhor seu destino de Matt. Uma cena linda porque Wily por trás de toda sua dureza e frieza, não consegue esconder quando está sofrendo, mesmo quando sofre calada. A cena final dela, com ela guardando a carta de despedida de Conor num caixa reflete bem a realidade, a perda, a dor, e o que sobra alem de um coração partido nesses casos. As fotos, papéis, objetos, lembranças, enfim tudo de “material” que acompanhou os 2, por vezes acaba indo para uma caixa, ficando guardado, ate o dia que sejam meras lembranças, que nao machuquem mais, longe dos olhos ate perderem o significado que um dia tiveram. E isso é muito triste, embora necessario para se seguir em frente.

Hilda tem uma bela surpresa nesse episódio, quando se encontrava perdida e com medo de novamente cuidar de uma criança sozinha. Mas para sua sorte e inveja de todos, no bom sentido claro, ela achou alguém que ate o momento esta fazendo tudo por ela. E Bobby foi show nesse episódio, criando a semana da Hilda, para cuidar dela e ela não ter que se preocupar em cuidar dos outros. Lindo demais. Eu adorei, porque quem não queria alguém tão especial para cuidar de você, estar ao seu lado. Pois cansa você cuidar de todo mundo, o tempo todo e não ter alguém para cuidar de você. E tudo que Bobby fez por Hilda, não apenas os passeios, mas a presença em casa, a ajuda a Justin, deu um significado melhor a relação dos dois e Hilda se sentiu segura, sabendo que não precisará passar isso sozinha, pois tem Bobby agora. Lindo!!! Perfeito!

Daniel e Mark com ótimas cenas juntos. Mark se superando e mostrando o quanto é um ótimo assistente para Daniel. Amanda em algumas cenas com Betty, sempre divertida, especialmente a cena em que ela lembra das vezes que tentou ou melhor não tentou, contar a Betty que havia deixado o apartamento dela. Detalhe que deixou sem pagar 2 meses e o proprietário aparece para cobrar Betty. Alias um ótimo ator, Fishe Stevens da saudosa e ótima Early Edition, no papel do Mr Z. As cenas dele com Betty foram bacanas, divertidas e eu ria muito a cada nova aparência de Betty quando ela se submetia as loucuras de Wily para poder escrever um futuro artigo. Aliás falando nisso, Betty com ajuda do Matt, criou seu blog, com ótimas idéias, e onde poderá publicar seus pensamentos e continuar a luta pelo seu sonho em ser uma grande editora. E Matt esteve um fofo com Betty nesse episódio, lindo o apoio que ele dá a ela e linda a forma como o desejo de Betty atingiu ele em cheio. Ela queria tocar a alma das pessoas ao escrever e fez isso com a pessoa que ela mais ama, e que a ama em troca. Lindo! Alem disso, Matt conseguiu uma entrevista com uma senhora, que ajuda povos necessitados na África, e a cena foi linda, os olhares de Matt e Betty, todos envolvidos e comovidos enquanto a senhora falava dos seus projetos. E foi muito especial, as vezes é Deus mesmo para colocar algo assim nesse momento exato na tv. Na semana que o Paraná e todo o Brasil ficou em luto pela perda da extraordinária Zilda Arns, Betty vem com uma participação de alguém que faz um trabalho semelhante. Pensei muito em Zilda enquanto via essa cena, num projeto muito similar. É o trabalho de uma grande mulher, um exemplo de vida e dedicação ao próximo, que indiretamente ao menos a mim foi lembrado nesse episódio, mesmo sem a intenção de ser. Remeteu-me ainda mais a esse trabalho encantador da Pastoral da Criança, que tem feito a diferença na vida de pessoas transformando-as em cidadãos e dando-lhes esperança de vida e qualidade.

E chegamos no clímax do episódio, ao menos para mim. No romance de Matt e Betty. Para quem queria tanto o fim e torce por Daniel agora, chegou o momento (o que não é o meu caso). Betty que tanto queria tocar o coração das pessoas, ao escrever algo que significasse algo de verdade, tocou o coração do seu amor. Matt resolve ir embora e se dedicar nesse projeto na África, onde pela primeira vez ele parece se encontrar em algo. Se há uma semana Betty se sentia sufocada ao lado dele, dessa vez sofreu um duro baque ao ele ir embora. E é complicado isso. Toda vez que numa relação um dos lados ainda tem algo a fazer, algo a encontrar, torna-se difícil a relação se manter, porque por vezes é um caminho a ser seguido sozinho. É como se você ajudasse alguém, preparasse esse alguém pra vida e então tivesse que deixa-lo ir. E isso dói demais, pois ver quem você ama se afastando, indo por novos caminhos que não incluem você, ao menos não como a pessoa amada ao lado, é doloroso demais, pois o amor tem seu lado egoísta, o lado que queremos a pessoa sempre conosco. E dessa vez para Matt ir atrás do seu sonho, Betty precisou sofrer, perder e deixa-lo ir. Eu não sei ao certo se na vida tem que ser assim, pois quando se ama alguém você quer trilhar a vida ao lado dessa pessoa e quando surgem projetos no qual a pessoa seguira sozinha, é tão difícil e você precisa ser tão generoso e amar tanto a ponto de deixar quem ama partir que dói tanto, que você fica ali, como estaca, fixada no chão, sem saber o que fazer. Mas Betty após ver a dor de Wily, entendeu que não poderia ser egoísta e prender Matt ao lado dela, que infelizmente suas vidas seguiriam caminhos diferentes. As vezes por mais que se ame, no quer dizer que seguiram o mesmo caminho, decisoes, coisas, motivações, os levam em caminhos diferentes, e dói, e dói muito perder seu grande amor, mas se fosse como em Betty, dessa forma tão doce, compreensiva até, seria mais fácil continuar, longe de toda mágoa e decepção de uma relação que se foi. Só que mesmo assim dói, e vai ficar sendo um tempo assim ate o coração se curar.

Matt disse algo lindo a ela, quando ele fala no quanto ela mudou a vida dele, no quanto ela não deve duvidar do que ele sente por ela e que isso poderá durar pra sempre, não importando onde estejam. E isso é verdade de certa forma, ela foi quem o inspirou, quem o fez dar esse passo, e por mais egoísta que seja ele querer isso pra ele, ou mais egoísta que seja ela querer ele ao lado dela, ela foi a inspiração, foi esse ponto de mudança dentro dele e mesmo que não fiquem juntos, isso sempre fará parte dos dois.

A cena final foi linda, musica linda, olhares, Daniel Eric Gold muito tocando e emocionado, America Ferrera da mesma forma. E quantas vezes muitas pessoas vêem cenas assim e não lembram daquele momento único, no qual você viu quem tanto ama ou amou pela ultima vez, aqueles segundos ficaram gravados em sua mente e coração para sempre. Por mais que não doa mais, não machuque mais e não sufoque tanto a ponto de deixa-lo parado sem seguir a vida, como tanto deixou em dias, meses anteriores, isso sempre fará parte de você. Aquele momento existe, você viveu, foi o ultimo dos dois, o ultimo suspiro a todos os planos juntos, projetos, uma vida a dois e no final o que resta é você e como você vai lidar com isso e com sua solidão, sua perda. Se vai parar ou se vai recomeçar de novo.

Talvez Betty explique melhor todo o sentido do episódio nessas palavras que cito aqui do artigo que ela escreveu. Já vimos despedidas em diversos, filmes, séries, essa pode ter sido apenas mais uma, mas não menos bela, nem menos triste pois, se despedir do amor, de quem se ama, jamais será algo feliz e belo. Para enfatizar tal momento da vida dos dois na série, quando eles olham para trás, já não se vêem mais, já se distanciaram, onde a vida mostra que as vezes aquele momento passou, já nem se avistam mais, pois agora farão parte apenas dentro do coração um do outro, e talvez pra isso não precise seguir a mesma vida, estar presente ou junto, precise apenas ter amado para sempre ser parte da história da alguém, mesmo não sendo mais aquele alguém na vida de uma pessoa.  Abaixo no ultimo parágrafo, o artigo de Betty, “despedidas” ao som de The New Pornographers – Adventures in Solitude:

“eu tive que dizer adeus mais vezes do que teria gostado. Mas todo mundo pode dizer isso. E não importa quantas vezes nós façamos isso, mesmo quando é para um bem maior, sempre fere. E pensamos que nunca nos daremos por vencido, devemos aos outros mesmo seguir adiante. O que nós não podemos é viver nossas vidas sempre com medo do próximo adeus, porque as oportunidades estão aí e elas não vão parar. O truque é reconhecer quando um adeus se torna uma coisa boa, e uma chance de começar de novo.”

Anúncios
Explore posts in the same categories: Opinião, Ugly Betty

Tags: , , , , , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

5 Comentários em “UGLY BETTY – BACK IN HER PLACE (4X11)”

  1. E Says:

    Olá, adorei seu ponto de vista sobre o episódio, sensivel, inteligente, assim como foi UB 4.11;
    embora eu seja uma Detty Fan, mas, meu coração ficou partido com a despedida de Matt!

    Tenho acompanhado alguns comentários de que UB terá uma 5ª temporada garantida, mas, é esperar pra ver!

    • markinseries Says:

      Ola
      obrigado pelo comentario viu, eu achei esse episodio lindo, entao gostaria que o pessoal viesse aqui comentar. e que boa noticia sobre uma proxima temporada, eu estava achando dificil pq a audiencia nao melhorou nas quartas e caiu um pouco, mas vamor torcer.

  2. markinseries Says:

    Esqueci de falar que fui um dos muitos que torceu por Betty e Matt ate o final da série, sei da mitologia dela com Daniel, mas pra mim os 2 sao otimos como amigos, nao queria ve-los como casal, queria Matt com Betty e ver tal despedida foi bem triste, mas o episodio foi lindo. Ugly Betty cada vez mais emocionante e lindo, se for pra acabar, ao menos vai deixar grandes marcas e saudades em nosso coração.

  3. FABIOTV Says:

    Olá, tudo bem? Eu publico no site as novidades das séries da Universal Channel…Sabe que não recebo informações da Betty americana? … Abraços, Fabio http://www.fabiotv.zip.net

  4. markinseries Says:

    Oi Fabio
    mas é que Betty passa na Sony, acho q por isso que vc nao recebe infos dela hehee
    abraço


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: