DESPERATE HOUSEWIVES – BOOM CRUNCH (6X10)

Então se falei mal de Desperate Housewives semana passada, nessa terei que pegar leve e reconhecer que mesmo usando de velhas fórmulas, mesmo usando de narrações que já vimos centenas de vezes e utilizando grandes catástrofes nos costumeiros episódios de números 10 ou 11 de cada temporada, antes da pausa para as festas de fim de ano, posso dizer que o 10º episódio da 6ª temporada, Boom crash, funcionou bem. A trama que vinha arrastada e pouco empolgante obteve pontos culminantes nesse episódio que foram interessantes e o mesmo conseguiu prender do começo ao fim. E eu não lembro se no texto passado mencionei uma das revelações do episódio anterior, onde descobrimos que Danny não é Danny mas sim Tyler. Quando o episódio começou e eu vi um casal que pilota aviões, ou melhor marido pilota e ele e sua mulher brigam a cada 0 segundos, fiquei pensando porque gastar tanto tempo com tais personagens, e logo após quando eu vi o “3 dias antes” pensei, não acredito que novamente a série vai usar dessa mesma narrativa e ainda, quando vi o avião prestes a causar mais um desastre no bairro, pensei “de novo uma catástrofe” e quase desisti de ver e deixei para depois. Mas sabem, como eu disse, tudo foi ficando interessante e foi prendendo que de fato, tudo ficou tão característico da série e até repetitivo mas mesmo assim funcionou e deu um ótimo resultado.

De início temos esse casal brigando, o avião deles quase caindo no bairro e temos uma pausa e voltamos no tempo 3 dias antes do desastre. Vemos que Gaby e Lynete continuam a briga, digamos, chata. Mas logo em seguida vemos mais um bom momento de Tom, onde ele diz a Lynete que talvez seja o momento dela se desculpar com Gaby. Ela tenta todo o episódio isso em vão e Gaby não dá chances. Descobrimos também que o processo movido por Lynete poderá causar a demissão de Carlos. Quando John voltou eu honestamente queria que ele e Gaby se entendessem, acho um casal com muita mais química, porém toda a construção da série, para salvar o casamento de Gaby e Carlos, as mudanças de caráter que ambos sofreram, fizeram com que hoje em dia tal história de Gaby e John não tivesse mais sentido e gostando ou não, o correto parece ser mesmo Gaby com Carlos.

Orson descobre a traição de Bree, em ótimas cenas aliás, onde ele parece aceitar o divórcio e confesso que até deu pena dele. Porém como tudo não é tão simples ele acaba descobrindo que Karl é o amante de sua esposa e isso gera uma briga entre os 2 na festa de Natal de Wysteria Lane.

E talvez uma das cenas mais tristes e fortes do episódio veio de Katherine. Seu golpe desesperado para de alguma forma chegar até Mike, o acusando de te-la esfaqueado sai errado. Pois no hospital, Susan consegue falar com Dylan, a filha de Kat, e contar a ela tudo que está acontecendo com Katherine. Para nossa surpresa, ela disse a filha que está casada com Mike e mentiu todo esse tempo, o que deixa a filha atordoada ao ver o estado da mãe. Quando Kat é encurralada pela filha e Susan ela sai correndo pelos corredores do hospital e é segurada a força por enfermeiros, talvez na cena mais triste desse episódio e tocante, pois foi impossível não sentir pena dela e ver seu desespero, ainda mais quando ela diz a filha assim “eu disse que não era para você vir”, algo assim. E isso deu noção a ela mesma de toda sua doença, solidão e tristeza. Foi bem comovente.

E dando alguns passos na trama da temporada, no grande mistério é introduzida uma participação no episódio, a personagem Mona, que descobre o segredo de Angie. Ela decide fazer chantagem a nova família pedindo dinheiro e caso não receba os delatará a polícia. Nesse momento ouvimos alguma coisa referente a 11 de setembro, ao terrorrismo, mostrando que tal trama tem um diferencial das passadas. Mas o destino de Mona, ficou bem evidente de uma altura em diante do episódio, e era meio óbvio o que aconteceria a ela.

E no final do episódio acontece o tal desastre de avião. Angie vê o avião se aproximando e nem avisa Mona, essa quando olha não tem tempo de fazer nada. Confesso que foi muito macabro isso, e me fez pensar novamente que seja lá o que Angie esconde e porque, e mesmo que seja vítima, alguém que deixa alguém morrer assim, não me parece tão boa. Alem de Mona, temos Lynete salvando a filha de Gaby e não sei se isso servirá apenas para aproximar as duas amigas novamente, ou afasta-las ainda mais caso Lynete tenha perdido os bebês, e pra encerrar essa catástrofe, o avião, ou melhor sua asa, atinge em cheio a casa de Natal onde estavam Orson, Bree e Karl, e agora qual deles morreu? Ah esqueci de avisar que tal avião traria uma faixa dizendo “Bree case-se comigo, com amor Karl” e Bree disse a Orson que não deixaria seu caso vir a público para evitar uma humilhação, até ele ir embora. Mas ele não conseguiu sair a tempo, talvez tenha evitado tal humilhação, mas será que saiu vivo?

Enfim, esse sim foi um bom episódio, gostei da volta de Dylan, e até o casal gay apareceu, e eu por vezes me esqueço que eles fazem parte da série, pois raramente aparecem e nunca tiveram nenhuma história desenvolvida, mas fora isso, foi um bom episódio, merecida a ótima audiência que teve e agora é ver se a série mantém esse nível e nos deixa mais interessados em assistí-la. Mas respostas para quem sobreviveu ou não a queda do avião, só em janeiro. Nos vemos lá então!

Explore posts in the same categories: Desperate Housewives, Opinião

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: