UGLY BETTY – LEVEL(7) WITH ME (4X07)

Uma semana sem Ugly Betty e o episódio de retorno, o 7º da temporada, não foi um dos melhores, teve seus momentos engraçados mas o principal foi que serviu para encerrar duas histórias que realmente não agradaram em nada e estavam cansando, Daniel e a comunidade Fenix e a filha de Nico, duas tramas chatas que só prejudicaram a audiência da atual da temporada que infelizmente segue cada vez pior, esse episódio por exemplo fez pouco mais de 3 milhões, uma audiência vergonhosa e péssima para a série. Tudo bem que o episódio passou na sexta após o dia de ação de graças americano, ou seja, feriados, audiências caem, mas o problema é que a série já vem sofrendo para manter números entre 4 e 5 milhões toda semana, o que ainda são muito baixos, portanto espero que com o encerramento dessas duas tramas fracas a série encontre sua criatividade e volte a trazer seus fãs para frente da tv. Tudo indica que a série será cancelada, mas vamos torcer que ao menos dê um desfecho legal a todos os personagens. Remota esperança mas o próximo episódio da série será com nada mais nada menos do que SHAKIRA, isso mesmo, o 8º episódio “The Bahamas Triangle”, terá a pop star latina e mundial Shakira, vamos torcer que isso dê a série as gloriosas audiências do passado! Será que Shakira pode levantar o ibope de Betty?

Falando do episódio “Level(7) with me” ele girou todo quase em torno de Daniel e sua trama no culto ou sei lá o nome daquela comunidade fênix maluca. Mas enfim, com a ajuda de Matt, Betty descobre as reais intenções de Natally e da tal comunidade, e o real perigo que Daniel corria. Com a ajuda de Clare, Betty consegue fazer Daniel ver a verdade sobre tudo e finalmente consegue dar adeus a Molly e seguir em frente. Molly reaparece numa visão de Daniel e nessa cena tudo que eu imaginava era, “Daniel está beijando Betty?” porque ele beija Molly, mas a série soube sair desse momento com um toque de humor, ao Betty confirmar a Daniel que ele beijou a sobrancelha dela, já que Betty é baixa. A cena de Molly eu até imaginava que seria emocionante, mas envolta nessa trama de Daniel não me comoveu muito. O lado bom é que finalmente “Fênix e Natally” somem da série! Já era sem tempo!

Clare descobre mais informações sobre seu filho que ela deu para adoção e no final Amanda revela ter lido as caras que informam coisas a respeito desse filho e diz a Clare para ir atrás dele. Uma das cenas divertidas nesse episódio foi quando Amanda e Clare estão a procura de Daniel com Betty e acabam numa reunião da tal comunidade de fênix, e a cena é muito engraçada, Amanda revela sua perda, a morte de Fey Sommers, sua mãe, revela que Clare a matou, e tudo de forma muito cômica mas no final as duas acabam se entendendo, e foi uma das cenas que salvou o episódio. Alem disso Amanda voltou a dar em cima de Matt diretamente e Betty percebe isso, embora os desdobramentos de tal relação venham nos próximos episódios.

E Mark descobre toda a verdade que Nico escondia de Willie e revela  tais fatos a toda poderosa. A principio achei que Willi caiu fácil demais na conversa da filha, mas no final ela arma para pegá-la em flagrante e para sua decepção descobre toda armação para pegar seu dinheiro. Apesar de todo o veneno que Willie tem não sei porque não gostamos de vê-la sofrer, mas essa história que considerei chata teve um fundo real para ser desenvolvida, porque realmente Willie nunca foi uma mãe presente e tudo que Nico fez foi resultado da forma que Willie sempre a tratou. Não justifica o que Nico fez, pareceu mais uma forma de chamar a atenção da mãe, mas no fundo ficou a mensagem “filha de Naja, Naja também será”. Cena hilária dessa trama chata foi quando Mark calça umas sandálias e fica todo feliz com a sensação delas no pé, como ele disse “Padra que o perdoe”.

Enfim, um episódio com cenas engraçadas envolvendo Mark e Amanda, mas o principal foi dar um fim a essas tramas que não agradaram o público em nada. E como tais tramas eram chatas, o episódio não foi dos melhores sem mencionar a falta que Justin e Hilda fizeram no mesmo. Com o cancelamento se aproximando é bom que a série corte coisas que não funcionam e comece a criar as possíveis tramas que darão um desfecho grandioso para cada personagem. A série está sendo escrita já com 2 finais programados e o ruim é que dosar um final de temporada com um final de série é algo que prejudica muito um seriado, pois criar tramas para dar um fim geral para série geralmente partem de temas fortes e grandes, mas daí quando você tem que minimizar um pouco tudo isso para associa-lo a um final mais simples, moderado, com um gancho forte para uma próxima temporada mas que ainda assim não é tão forte quanto um fim definitivo, sem dúvida prejudica demais o roteiro e a série acaba perdendo muito com isso. O ideal seria se for cancelada mesmo que a ABC já anuncie isso para que os produtores possam seguir com uma trama definitiva encerrando a série.

Eu adoro Ugly Betty e mesmo considerando essa temporada um pouco inferior as outras, eu adoro ver a série toda semana, e adoraria muito mais se a série voltasse para uma 5ª temporada, mas isso é muito pouco provável, sem dúvida essa será a última temporada da série. Inclusive nesse episódio senti uma primeira aproximação entre Daniel e Betty e honestamente gostaria que a série não seguisse a novela e deixasse os 2 apenas como amigos, que Gio voltasse ou Matt ficasse com Betty, mas pelo que andei lendo Matt logo deixa a série, então talvez os produtores comecem agora a nos convencer do casal Daniel e Betty, enfim, espero que não, mas seja como for, talvez tenha que aceitar isso.

Então “Level(7) with me” falou de perdas e como supera-las, especialmente em se tratando da morte, como ver pessoas que amamos partirem e deixarmos elas irem, e seguirmos em frente. Falar sobre a morte nunca é algo fácil e muito menos é fácil aceitar certas perdas, mas acho que se esse episódio não foi emocionante o suficiente para tratar disso, lembro bem da season premiere da 2ª temporada quando Hilda perdeu Santos e a série deu uma das cenas mais lindas que já vi na dramaturgia, com Hilda num quarto escuro dizendo”he´s gone, he´s gone”, foi uma das cenas que mais me emocionou e me fez chorar com a série, linda demais. Dessa vez é Daniel que luta para aceitar que Molly se foi, e no final é Betty que esta com ele o ajudando a guardar as coisas de Molly, doar algumas e guardar algumas cosias que sempre serão suas lembranças, há aquelas que ficam em nosso coração, na nossa mente, mas há outras que as vezes precisamos toca-las, para sei la, ter a ilusão da proximidade novamente, algo físico que nos conecte a alma novamente, a alguém novamente, ao nosso coração e nos leve a algum lugar do passado, algum momento e coloque um sorriso no rosto ao lembrar de alguém especial, uma lembrança que se encher seus olhos de lagrimas que sejam de alegria e não mais dor pela perda porque nesse momento presente x passado você perceberá que superou tal perda mas nunca a esqueceu, e nunca esquecerá.

Explore posts in the same categories: Opinião, Ugly Betty

Tags: , , , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: