90210 – To Thine Own Self Be True (2×10)

Falar de 90210, discutir 90210, tentar salvar alguma coisa nessa série é tarefa impossível. Mas sim, eu tento, ainda tento continuar assistindo e o episódio da semana passada sinceramente me deixou curioso para o dessa semana. Eu jurava que Kelly ia pagar caro por ser uma pessoa tão sistemática, rabugenta e dona da verdade e ficava pensando, “foi pra isso que ela voltou a essa série, para deixarem fazerem isso com seu personagem?” e sabem, isso não me saia da cabeça. Mais eis que numa série que tem feito de tudo para se encontrar e adquirir uma identidade própria nessa temporada, pela primeira vez ela acerta profundamente toda a trama de Kelly, Silver e Jackie. Acredito que pela primeira vez ela conseguiu achar alguma coisa em Beverly Hills 90210 dos anos 90 e colocar nas cenas delas nesse episódio, o que funcionou muito bem.

Mas então vamos ao episódio. Jasper vai jantar na casa dos chatos Wilson. Confesso que fiquei com pena dele, porque agüentar um jantar com a chata Debbie e o intragável Harry acho que nem um vilão como ele merecia, porém ele já tem seu calvário diário, ficando com Annie. Mas enfim, Dixon “coadjuvante sonolento e chato” fala aos seus pais “coadjuvantes sonolentos e chatos” que o namorado de Annie “ex protagonista sonolenta e chata” que o tal namorado da irmã é um traficante. E pronto, está armado o circo na casa Wilson e no final proíbem de Annie ver Jasper. E mais pro final ainda, última cena, Jasper se vinga de Navid mandando o rapaz escada abaixo (pois foi Navid que falou na escola que ele vendia drogas e de fato ele vende). Mas vamos as considerações disso tudo. Eu me pergunto, porque tiraram Ethan da série? Se ele não combinava com Annie deixassem ele para se envolver com Silver, pois isso agradou muito na final da temporada passada. Mas não tiram o cara da série, deixam Annie perdida e sozinha, e arruma um Jasper que teria tudo para ser legal mas eles escolhem o caminho mais clichê do mundo, o cara não é o que parece e toda escola tem razão em achá-lo esquisito. Eu não sei se tudo isso é para tornar Annie uma heroína, para que todos vejam como ela sofre se compadeçam, ou para que todos torçam por Annie e talvez assim, eles achem que a transformaram numa protagonista. Mas seja o que for, não resolve. Annie e suas caras e bocas, sua péssima atuação e esse draminha do “atropelei um homem e fugi” não fazem dela heroína nenhuma e o único bem que ela pode fazer a série é sair desse código postal junto com toda sua família chata de uma vez.

Quando Jasper entrou na série, eu jurava que ele sabia ou desconfiava que Annie atropelou seu tio e fazia as filmagens com ela para descobrir o que ela esconde. Mas até o momento não é isso, é mais um personagem psicótico de uma série tv para tornar a protagonista indefesa e vítima de tudo. Já que estamos malhando os Wilson, vamos incluir Dixon, que após a namorada louca que mente uma gravidez, está mais chato do que nunca, emburrado com os pais. Sejamos francos, Dixon é péssimo, atuação tão sofrida quanto a de Annie e personagem tão insuportável quanto a irmã. Ele é outro que quando em cena só sabe irritar, e nesse episódio por sorte ele pouco apareceu.

Falando mais sobre Annie, eu não sei se os boatos dos bastidores são verdades, onde falam que a atriz se atrasa e causa problemas nas gravações e despertou a antipatia do elenco. Mas enfim, não sei se perceberam mas Annie praticamente nesses 10 episódios está isolada, não contracena com mais ninguém a não ser seus pais e Jasper, identicamente ao que rolou com Brenda na 4ª temporada da série original. Se tais boatos forem verdade, quem sabe não há uma esperança para ela deixar a série.

Agora vamos aos personagens que realmente salvam a série. Navid e Adriana, Silver, Naomi e até Liam. Naomi aprende uma dura lição nesse episódio ao ter que revelar que usou o rapaz da faculdade para conhecer a mãe dele que é reitora e conseguir uma vaga na universidade. Mas apesar de Naomi estar tão sonsa nessa temporada, sendo manipulada e enganada pela irmã, eu gostei dela nesse episódio, ela percebeu que quanto mais tenta fugir dos sentimentos por Liam, mais ela os sente por ele. Ela foi honesta com os dois carinhas que enganou na faculdade e acho que isso faz dela um personagem bem real, que tem seus erros e acertos. Já a irmã da Naomi, Jen, que é a bitch da temporada, as vezes ate parece ter sentimentos, e não sei qual é a do roteiro, mas acho que eles fazem de tudo para que gostemos dela com o professor chato da escola. Esse episódio foi mais um episódio love story dos 2.

Adriana voltou a se drogar, e a única coisa interessante sobre isso foi que Naomi descobriu. Fora isso Adriana disse coisas duras a Navid como por exemplo que nunca esteve apaixonada por ele, e bla bla bla. Mas mesmo com cenas tão clichês e um assunto chato, a interpretação da atriz é tão boa, que salva qualquer cena. Ela sofreu muito após perder Navid (por um erro estúpido dela que realmente é difícil para ele perdoar) e eu gostei como a série mostrou isso, mas a forma dela enfrentar isso após dias de choro e depressão foi voltar as drogas. E por mais clichê que isso possa ser sem dúvida não deixa de ser real e acontecer muito por aí, pois muitas pessoas tem recaídas em momentos difíceis.

E agora vamos a Kelly e Silver. Sobre Kelly ela sempre foi uma das personagens mais bacanas do original, porém nas duas últimas temporadas de Beverly Hils 90210 ela se tornou tão arrogante que era impossível vê-la em cena, e em 90210 ela continua a mesma, sempre a dona da verdade. Mas o episódio de hoje que resgatou as mais antigas lembranças de Kelly com sua mãe na trama original e especialmente quando Silver diz a Kelly que ela cuida tanto dela e que ninguém cuida de Kel eu percebi que talvez toda essa arrogância ou independência reflitam exatamente toda solidão que Kel sente, toda tristeza e dor de sempre ter que ser forte e cuidar de si mesma. E realmente é difícil isso e chega uma hora que parece que não se agüenta mais, precisa-se de alguém do lado e ela não tem. Então mesmo achando errado, hoje entendi porque ela era tão teimosa e não ia conversar com a mãe, e eu jurava que iam deixar a mãe dela morrer sem uma conversa entre as duas e pensei “meu Deus é muita desgraça e vão coroar um personagem com um dos piores desfechos possíveis para ele”, mas por sorte não, Kel ao pensar que ela havia morrido ao ver um quarto vazio no hospital, sente tudo que estava evitando e por alguns minutos percebe a dor e a culpa que carregaria o resto da vida por não perdoar a mãe e ser tão teimosa. E é como eu disse, não tinha como ser diferente disso, pode ter sido clichê, o perdão do último momento, mas para quem conhece Kel, sabe bem que ela não agiria diferente disso, e precisou de uma dura lição para repensar suas atitudes e a cena em que mãe e filha conversam, que Jackie diz a Kel que a filha se não se tornou o que ela esperava e sim alguém muito melhor, foi linda demais, porque por mais chata que Kel seja na série hoje em dia, ela merecia ouvir algo assim e foi uma cena lindíssima, Kel diz a mãe eu te perdôo e como Kel precisava ouvir isso muito mais que sua mãe e Jackie diz que a ama. Lindo, raramente 90210 acerta, mas dessa vez ela foi fundo na alma da série original. E quando Jackie da o ultimo suspiro segurando nas mãos das filhas ao som de Ryan Adams com Wonderwall foi praticamente impossível não chorar.

O bonito dessas cenas é que desde que foi diagnosticado o câncer da mãe delas, Silver esteve ao lado da mãe e no episódio passado, tiveram cenas lindas, ao a mãe dar a filha todos os aniversários que faltou, e nos momentos finais de vida, a série teve a delicadeza de sutilmente dar destaque maior a Kel do que Silver. Foi lindo.

Sabemos que 90210 em sua temporada 2, foca-se nos personagens atuais e que os da trama original terão espaço mínimo e quase zero, percebe-se com Kel isso, e é uma pena Jennie Garth aceitar voltar a uma série que tirando o episódio de hoje, só estragou os desfechos da série original. Pois tanto Kel, Brenda e Donna voltaram a série só para não fazer nada e mostrar que os amigos de 10 temporadas, hoje mal se vêem, cada um seguiu sua vida e aquela união toda se foi. Sabemos que na vida é assim, mas sei lá, a idéia de amizade de Barrados no Baile era bacana e hoje vê-los assim separados, com as vidas de certa forma ruins, é meio decepcionante. O ideal seria um filme para a série original, ou nem trazê-los de volta nessa atual pois deve ser chato fazer papel de figuração numa série onde o elenco atual não tem carisma algum. E hoje com a morte da mãe de Kel, juro que senti falta de ver Brandon, Brenda, Steve, Janet, Andréa, Noah, Clare, Donna, David, Dylan e Valery presentes nesse momento tão difícil para Kel.

Enfim, 90210 realmente é difícil, mas tal temporada tem tido alguns momentos bons, sempre vindos de Silver, Navid e Adriana. Ah e Liam (que sofreu uma transformação radical de personalidade nessa temporada) também tem seus momentos bons. Naomi segue estranha, chata as vezes por ser tão inocente e todos a enganarem, especialmente a irmã e Teddy é mais um personagem que esta fazendo bem a série assim como a amiga surfista dos meninos, Ivy Sullivan. Se a série fosse apenas com eles, sem nenhum os Wilson, quem sabe ela melhorasse, mas com Annie e Dixon tem que se ter muita paciência para ver o show. Mas os fãs de Gossip Girl não se animem muito ao ler tantas críticas a 90210, porque as duas séries seguem juntas competindo pra ver qual é o pior drama adolescente atual e tem vezes que Gossip vence. Mas em meio a tantas coisas ruins nessa série, devo reconhecer que as cenas de Silver e Kel foram lindas e emocionaram demais no episódio “To thine own sefl be true”, foram poucas mas suficientes para mostrar como é difícil para o ser humano perdoar um ao outro e o quanto isso necessário para deixarmos nosso coração em paz além da dura realidade de vermos partir alguém que amamos muito e é importante em nossas vidas. Nunca é fácil falar da morte, ou talvez não existam cenas ou palavras que mostrem/expressem a dor de um momento assim, ainda mais entre pais e filhos, mas pra enfrentar algo assim só é possível com o amor de quem está ao nosso lado, e Kel e Silver mostram isso a nós.

Abaixo um video do episodio, desconsiderem a parte chata com Annie, mas a intenção é ver a cena da Kel.

Explore posts in the same categories: 90210, Opinião

Tags: , , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: