THE VAMPIRE DIARIES – The Turning Point (1×10)

E não é que Vampire Diaries consegue se manter interessante arrumando assuntos diversos e novas tramas a cada episódio? Juro que quando comecei a ver este episódio pensei que seria fraco com toda essa trama de Logan imaginando que no final ele morreria, mas me enganei, se o inicio foi meio sem graça da metade pro final o episódio se tornou quente e instigante. Realmente é difícil para uma série manter um clima assim, pois chega um momento que você já imagina em qual cena terá um ataque, ou quem matará quem no final, ou ainda quem será o vampiro transformado da vez, mas apesar de tudo isso Vampire consegue envolver outras tramas, tão pessoais e da história de vida desses personagens que se torna muito atrativo de ver. Numa noite onde todos estão tomados por Lua Nova, com sua estréia mundial, eu infelizmente tenho que dizer que sou do contra pois Vampire Diaries tem se tornado muito mais interessante e melhor do que Crepúsculo. É lógico que são formatos diferentes, que nem devem ser comparados, mas dentro de um universo tão ficcional, Vampire tem sido mais fiel e real a sentimentos que todos sentem.

Então o 10º episodio de Vampire “The Turning Point”, que teve uma forte queda na audiência mas ainda assim, consegue ser superior a qualquer outra draminha bobo da CW, trouxe Logan de volta a série e o mistério de “ele morreu?”, “que fim levou Logan”, foi resolvido. Algum vampiro o transformou em vampiro e Damon tenta arrancar dele essa informação o episódio todo e não consegue, alem disso Logan dizia que não sabia. A primeira vista pensei que havia sido o novo professor da escola, mas aparentemente não se pode afirmar isso depois do que o episódio mostrou. Será que foi Damon? Vicky? Esse professor? Ou será que há outros vampiros escondidos na história e não sabemos quem são, onde estão e quando vão aparecer. O interessante foi que eu imaginava uma lenga lenga entre ele e Jenna, mas me pareceu que os autores não encontraram muita saída no episódio e o deixaram longe dela, pois ou ela descobriria o segredo dos Salvatore, ou morreria ou algo assim e novamente teriam que usar Damon para faze-la esquecer de tudo. E com isso o episódio se tornou muito mais interessante quanto Damon encontra Logan e começa a briga para descobrir quem transformou Logan em vampiro. E tem mais coisas nessa história de Logan, pois Damon que estava ajudando a xerife, acaba ajudando a seus próprios interesses pessoais quando Logan diz a ele que sabe outra forma de desfazer o feitiço e liberar os vampiros da igreja. E então, como Logan descobriu isso? E Damon, realmente continua com sua sede de vingança e quando pensamos que ele está ajudando na verdade ele está armando algo. Enfim, são perguntas bem interessantes porque Damon com certeza irá atrás dessas informações deixadas por Logan.

E vamos a outro grande mistério. Quem é o novo professor? Mau? Bom? A primeira vista achei que fosse mal, mas após vê-lo matar Logan em favor de preservar Jenna, fiquei na dúvida sobre ele ser mau. Além disso tem toda a atenção dele com Jeremy. E então que ligação tem ele com Jeremy, Jenna e Elena? A principio achei que ele havia transformado Logan, mas agora também tenho duvidas sobre isso. Mas alguma ligação ele tem com a família de Elena e os Salvatore, pois ele também possui um anel.

O episódio trouxe de volta Ty, mostrando todo o dilema que ele enfrenta em casa. Não só sua mãe é uma pessoa fútil, como já vimos no episódio com Vicky, mas seu pai é ainda pior e um verdadeiro machista ridículo e covarde. Durante o episódio Jeremy tenta ficar amigo de Ty (o que me surpreendeu?) mas Ty mantem seu jeito estúpido e indiferente. E quando eles discutem e quase brigam, o pai de Ty os leva lá fora para brigarem de verdade, e para nossa surpresa Ty se recusa, e quem salva a situação é o novo professor dando uma bela lição no pai de Ty. Foi bom tudo isso, porque finalmente Ty começa a ter espaço na série, e começam a desenrolar sua vida pessoal e nos mostrando porque ele é tão revoltado e agressivo. Na verdade é aquilo, ele não é mal, nem má pessoa, mas apenas alguém complicado dentro de uma família complicada que talvez precise de amigos de verdade que mostrem a ele o valor de certas coisas. E foi o começo, Jeremy tentou se aproximar, apesar da arrogância de Ty, no final ele faz nova tentativa e embora tenha parecido não dar certo, acho que de certo modo funcionou, porque Matt conta a Ty sobre Caroline e pela primeira vez Ty respeita isso e não faz piadas.

Falando neles, Caroline Matt seguem sem saber o que fazer um com o outro, se assumem algo, ou não. Todos fazem comentários e debocham, mas talvez o que tenha mexido com Caroline foi ver Matt e Elena conversando e agora que ele se decidiu ficar realmente com ela, terá que convence-la disso. Fora isso, Caroline toma uma decisão sobre que carreira tomar, conta a sua mãe que não tem a melhor reação e faz com que Caroline volte a se sentir a garota que todos acham vazia e fútil. E o bacana disso tudo é que a série consegue com bons coadjuvantes criar tramas paralelas, sejam com Carol, Ty, Matt ou Bonnie. Mas o que me pergunto sempre é até quando eles ficarão vivos, porque depois do que aconteceu com Vicky, sempre acho que eles podem morrer a qualquer momento.

E vamos ao clímax do episódio, bom clímax para os românticos e apaixonados, e sim, estou falando de Stefan e Elena. Primeiro começaram naquele chove não molha, Stefan querendo ir embora e Elena magoada com isso, o que de certa forma mostra Elena com mais atitude e decidida a ficar com ele, a aceita-lo, mas para isso tem um longo caminho a percorrer e convencer o coração de um vampiro tão amargurado e culpado. Porem com a chegada de Logan, Stefan se vê obrigado a ficar na cidade. Mas o mais bonito e legal foi Elena finalmente tomar uma decisão e não deixar Stefan ir. Quando ele sai do carro dela decidido a terminar tudo e ela diz que não cabe só a ele essa decisão e que o ama, nossa foi demais isso. Elena saindo daquela situação passiva e de donzela desprotegida e tomando uma atitude sobre algo que quer para si e de quebra dizendo que o ama, e com isso amoleceu o coração de Stefan e eles têm a primeira noite juntos. E sobre essa cena, cenas lindas! Quando ela pede para ele se mostrar a ela, e ela vê a face de vampiro dele, e o beija, nossa, foi muito lindo. Fiquei todo emocionado e comovido. Se achavam Elena uma sonsa e parada, que ficava fazendo doce, hoje ela calou a boca de muita gente. Porém é claro, calou a boca nessas cenas, porque no final do episódio, ela deve ter deixado todo mundo com raiva de novo, ela vê a foto de Katherine e vai embora sem avisar Stefan. Mas preciso dizer que no lugar dela acredito eu que também ficaria com raiva, pois parece que Stefan nunca esqueceu Katherine e como Elena é a cara dela, ele teoricamente estaria com ela por isso. Vou ser bem sincero, não curto esse papo de vidas passadas porque só complicam tudo, rs… Mas entendo a situação de Elena, ninguém gosta quando namora a alguém e a pessoa fica falando do ex, agora pense você descobrir que é a cara do ex da pessoa. Difícil digerir isso!

Ms um elogio que faço a Vampire é toda a discussão dos motivos de Stefan a fugir de Elena. O fato dele nunca envelhecer, o fato dele ter que viver se mudando para não ser descoberto, já que não envelhece, enfim tudo isso, torna toda a trama vampiresca mais real, e coloca em questão, coisas que realmente devem ser analisadas, porque de fato não é fácil, é complicado. E me desculpem os fãs de Crepúsculo mas essa realidade e discussão trazida em Vampire é importante e totalmente aceitável, diferentemente do filme, onde no primeiro isso nem é discutido.

Bom, foi mais um bom episódio de Vampire Diaries, ainda não consigo soltar criticas contra ela como vejo tantas na internet, nem ficar apontando defeitos, porque por enquanto ela tem me agradado e muito. E olha que não gostei do assunto bruxas, trazido a trama, mas foi tão bem feito que se tornou muito interessante. Alem disso achei os episódios com Vicky mais impactantes e com um teor de deixar você curioso do que os episódios após a saída delas. E nesse 10º episódio o final também não foi um senhor gancho, pois pode ser Damon, o professor, que Elena atropelou e vem de encontro a ela no carro. Ou mesmo Stefan, ou ainda um novo vampiro, mas com ou sem um bom gancho, Vampire continua muito bom. E se pensarmos nesse episódio sem o mundo vampiro, verificamos a dificuldade das relações humanas, sejam na amizade ou sejam amorosas. Vimos isso com Ty e Jeremy, e com Elena e Stefan. E na vida real não é assim, você ama tanto alguém e algo os impossibilita de ficarem juntos? Seja algo na pessoa, seja algo em você, seja um fator externo? Mas o bacana foi Elena mostrar que quando se ama alguém tem que tomar uma atitude, demonstrar e lutar. E é assim que deveria ser, porque quem vive sem amor?

Ah pra finalizar já ia me esquecendo, será que Ty tem algum segredo? A última cena dele ao ir embora com Matt focaliza a lua por um tempão e então além de Ty ser atormentado por seus pais, será que há mais algum segredo que o atormenta?

Explore posts in the same categories: Opinião, The Vampire Diaries

Tags: , ,

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: