Glee

glee4

Com quatro episódios já exibidos, posso dizer que Glee é uma grata surpresa esse ano. Criada por Ryan Murphy, mesmo criador de Nip/Tuck e da antiga Popular, Glee é uma comédia musical que pelo visto vem conquistando mais fãs a cada semana.

A primeira idéia foi uma comparação a High School Music da Disney, porém a comparação para apenas no quesito musical, no resto, são totalmente diferentes. Glee é muito mais cativante, inteligente, adulta e divertida. Com humor muito similar a Popular, totalmente debochado e irreverente, Glee tem passado por diversos clichês de forma leve e descontraída, e tem se saído bem.

O piloto lançado em maio, numa estratégia de exibição logo após o fenômeno American Idol, pode não ter dado a audiência tão esperada, foram ao todo 10 milhões de telespectadores, mas mesmo assim já funcionou para deixar muita gente ansiosa pela estréia em setembro. Ele apresenta muito bem todos os personagens e suas características, e a edição, o jogo com as câmeras captando cada detalhe que identifica mais o jeito de ser dos personagens, assim como o ambiente que os cerca, foi uma boa idéia de evolução da série. Conhecemos Will, o professor num dilema entre realizar seus sonhos e se enquadrar no mundo adulto, Emma que deve ter sido a precursora do álcool em gel, e mesmo em meio a sua fobia exagerada por limpeza já conquistou muitos fãs, Sue – a professora das líderes de torcidas do colégio – até o momento the bitch da série, Rachel a então “mocinha” da série, toda convencida e digamos “doidinha”, Finn o mocinho da série ou pelo menos o roteiro brinca bastante com essa idéia de fazê-lo assim, Mercedes com uma voz simpática, forte e uma garota sempre divertida, Kurt o garoto homossexual que provavelmente enfrentará muitos obstáculos ao decorrer da temporada, Tina não há muito que falar dela ainda e Artie, o garoto nerd de cadeira de rodas, ainda temos Puck, o bad boy do time de futebol, e Quinn a namorada de Finn líder do grupo de torcida da escola.

O episódio mostra a criação do coral Glee. Will aproveita a oportunidade para assumir as aulas de canto e decide montar um grupo, reativando seu sonho da época de colégio quando ele também se apresentava, em meio a isso tem que enfrentar os problemas com a mulher que quer ter um filho, e é assim que Rachel, Mercedes, Kurt, Artie e Tina entram para Glee numa seleção onde apenas eles se interessaram. No decorrer do episódio Will tenta buscar mais alunos interessados, seja no time de futebol da escola ou com as líderes de torcidas, mas não obtêm sucesso. Vale lembrar a irreverência da série, o professor original de canto foi demitido porque Rachel insinuou que ele deu em cima de um aluno, tal professor que Will encontra mais tarde, confessa que vende maconha e dá a ele uma amostra, porém quando Will tenta sem sucesso recrutar mais alunos para o coral no time de futebol, ele escuta Finn cantando a ótima Can´t fight this feeling e num meio nada ortodoxo, acusa Finn de estar usando/vendendo drogas e assim o convence a entrar no Glee. É aí que somos apresentados a Finn – sobre sua criação, seu gosto pela música e como ele ficou feliz de entrar no Glee mesmo nervoso e com medo devido aos problemas que terá com seus amigos do time de futebol especialmente Puck e sua namorada Quinn. Assim começa a jornada de Glee, eles cantam You´re the one that I want e temos uma das melhores cenas do episodio quando Mercedes manda todo mundo parar de cantar e fala que ela não está ali para ser back vocal e sim para ser Beyonce. O episódio também nos apresenta o grupo Adrenalina com uma ótima apresentação da música Rehab. Também descobrimos que Emma tem uma queda por Will e mesmo com esse amor não correspondido ela ajuda Will a manter seu sonho e continuar com o Glee. E a cena final é o Glee cantando Don´t stop believin, numa ótima performance, ótimos vocais e mostrando a que veio e que veio para ficar.

No piloto original – a versão do diretor – quando Will desiste do grupo Glee, pois precisa ganhar mais dinheiro, para então gravidez da mulher, temos uma cena onde ele canta a música Leaving on jet plane, ótima cena, infelizmente tirada do piloto original. Contudo, Glee cantando Don´t stop believin no final faz Will voltar atrás.

Sabe quando aquelas músicas ficam na sua cabeça, ou você não para de ouvir? Se assistir Glee vai ser difícil isso não ocorrer com você. Além das risadas, do humor negro, a parte musical de Glee está muito bem, obrigado. A série brinca com os estereótipos dos personagens, mesmo precisando deles e tendo que usá-los ela consegue se manter acima disso no primeiro episódio. Foi um ótimo começo, através de seu humor Glee consegue passar a idéia da busca de seus sonhos, de realizá-los, de lutar por isso. Quantas séries adolescentes já não assistimos, quantas vezes mesmos temas foram abordados? Várias vezes não é? Porém Glee com esse lance musica, conseguiu transformar isso e contar talvez os mesmos dilemas de outra forma, as inseguranças dos adolescentes, seu crescimento, a identificação de quem sou ou quem serei, está presente, seja diretamente ou nas mais diversas metáforas apresentados nesse episodio e essa busca não termina nunca, mesmo com Will e Emma já adultos, isso está presente, fazer o que gosta, estar com quem gosta, enfim é uma busca que só para quando se conquista isso e mesmo assim há de se lutar para manter isso. E Glee apresentou tudo isso muito bem, que venham mais episódios, que tragam mais risadas e emoção, boas música, com diz Will, from the top.

A propósito a tradução literal de Glee é alegria e o L do título é uma referência a loosers (perdedores), pois até então ser parte de Glee ficou para os não populares da escola, mas então me pergunto, quem não queria cantar assim e se divertir, se isso é ser looser, acredito que todos somos…

Explore posts in the same categories: Glee, Opinião

Tags:

You can comment below, or link to this permanent URL from your own site.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: